Areatitlesolo
106mesa_de_encontro_copy-medium
Mesa onde manipulo os arquétipos que suspendi em todos os Jardins da minha "Babilónia"
Ano 2000
Materiais Barro com passagem a gesso
Dimensões 85X60X4ocm
Local Vila Nova da Gaia
Mesas onde manipulo os arquétipos que suspendi em todos os jardins da minha “Babilónia” A mesa como lugar de encontro, de cerimónia ou culto, da reunião que enfatiza e define a fronteira que é, neste caso, a zona do silêncio o habitáculo que tem a qualidade serena do que ainda nada é. A fronteira é o território da passagem, o pórtico da transição, lugar do híbrido, razão de ser de uma postura limítrofe que faz a ponte entre a simulação de uma realidade universalmente reconhecida e a afirmação da sua negação. O ovóide simboliza este domínio, é o arquétipo formal e significante onde fervilha latente a semelhança dos contrários e contém, na sua essência, a ousadia e o equilíbrio imponderável da inquietação. A memória de reflexões, recentemente afloradas na observação de um dálmata e a exploração das formas que presentemente me ocupam, foram objecto de estudo a propósito da viagem que é para mim, agora, mas também sempre, o desafio do barro. A interrogação que foi pensar a totalidade da forma através do barro, numa intromissão discreta e perturbante no percurso normal da pedra e do ferro, resultou naturalmente numa simbiose cuja expressão pretendo seja, exactamente, a apropriação da charneira que separa ou aglotina, num todo, duas partes, supostamente opostas.
Setabottom Light

Conversas a quatro 2

Setabottom Light

Conversas a quatro 1

Setabottom Light

à mesa com Christo

Setabottom Light

Em cima da mesa deixei os apontamentos de uma viagem ao ocidente Alentejano

Setabottom Light

À mesa com Brancusi

Setabottom Light

à Mesa com Long

Setabottom Light

Os esboços que cresciam pelo pavimento não permaneceram em standby

Setabottom Light

Pedra que levita 5

Setabottom Light

Mesa de Encontro

Setabottom Light

Mesa flor

Setabottom Light

Mesa Fronteira

Setabottom Light

Mesa para repousar a memória de um arquétipo em viagem pela baía das gatas

Setabottom Light

Mesa onde manipulo os arquétipos que suspendi em todos os Jardins da minha "Babilónia"

Setabottom Light

Mesa para repousar a memória do arquétipo em viagem pela baía das gatas

Setabottom Light

Mesas Conjunto

Setabottom Light

Mesa do Beijo

Setabottom Light

Mesa para a metáfora meditar sobre um Brancusi chapado

Setabottom Light

Mesa para colocar um espelho sem reflexo

Setabottom Light

O ritual da separação das águas celebrara-se na convocação da saudade. Era então que os mágicos juntavam o povo e a alquimia da exaltação fluía

Setabottom Light

Então, para quebrar a tradição e discutir o sexo dos anjos, fomos reunir num picnic à beira mar

Setabottom Light

Rebusco sempre na memória o significante que transporta as coisas que finalmente guardamos I

Setabottom Light

Rebusco sempre na memória o significante que transporta as coisas que finalmente guardamos II

Setabottom Light

Em cima da mesa deixei os apontamentos de uma viagem ao ocidente Alentejano

Setabottom Light

Os frutos abrem maduros e permanecem abandonados na mesa a meio do corredor

Setabottom Light

Em cima da mesa deixei crescer o pavimento e então fiz um picnic

Setabottom Light

Na planura elevam-se, adormecidos, dois silêncios brancos e novamente encontro o Alentejo

Setabottom Light

Da minha Janela posso ver todas as paisagens

Setabottom Light

A vegetação imprime na toalha um bosque de prazer e realiza o banquete

Setabottom Light

A meio de um desenho colhi um fruto e ao abri-lo montei uma natureza adormecida

Setabottom Light

Natureza Morta

Areatitle_bottom